Low Code: a Tecnologia para quem não é de T.I

Com a pandemia, os fluxos de trabalhos foram modificados ou ficaram latentes, fazendo com que a utilização
de novas tecnologias que não demandem desenvolvimento e conhecimentos técnicos fossem adotadas.

Você provavelmente já ouviu falar em Low Code, as plataformas de software que praticamente não exigem conhecimento de programação. Esses sistemas estão cada vez mais presentes nas rotinas de empresas que
buscam processos automatizados, fluxos de trabalho eficientes, e equipes produtivas.

Dentro de uma perspectiva de crescimento, fortalecimento estratégico e inovação, investir em ferramentas
que sejam facilmente compreendidas e absorvidas por toda a equipe é fundamental.

As tecnologias precisam e devem ser utilizadas como aliadas por todos e não apenas pelo setor de TI. Se a sua empresa continua presa a processos manuais, burocráticos e que desperdiçam tempo e recursos, passou da
hora de mudar e começar uma transformação digital.

A Transformação Digital não mais como opção e sim necessidade

Duas palavras são fundamentais para qualquer plano estratégico de uma empresa: agilidade e inovação. 

As empresas estão rapidamente investindo em experiências digitais que tragam mais inteligência para as suas operações. Esse movimento não é apenas orgânico ou imputado pela visão inovadora de cada uma, mas também
pela necessidade que o mercado impõe. 

A transformação digital começa com a sobrevivência em um cenário onde as tecnologias avançam de forma impetuosa e impactam diretamente no comportamento dos consumidores. Para que as empresas consigam acompanhar e evoluir junto com o mercado, é necessário:

> Monitorar os processos constantemente;
> Conhecer o seu público mais afundo;
> Criar experiências únicas e personalizadas.

O caminho é entender que a tecnologia não é mais uma alternativa, uma possibilidade de investimento para
o futuro, ela é realidade, faz a diferença e precisa estar ao alcance de todos.


Low Code e a democratização do conhecimento 

Um modelo de baixo código permite que profissionais sem conhecimento técnico de programação consigam
construir suas próprias soluções tecnológicas; pode ser um aplicativo para sua empresa ou um fluxo de processos automatizado.

Para entender o tamanho do sucesso dessas plataformas de baixa codificação, segundo a última previsão da
Gartner Inc, o mercado mundial de tecnologias Low Code vai fechar 2021 com $13.8 bilhões, isso significa um investimento maior  de 22.6% comparado a 2020. Pode se creditar esse número a alta demanda e necessidade
de soluções de baixo custo e ágeis de implementar. 

Essa é uma alternativa chave que faz com que processos sejam automatizados e soluções sejam criadas sem necessidade massiva de  programação. A maioria dessas soluções são bem intuitivas utilizando o método de
Arrastar e Soltar elementos em uma tela para montar o programa desejado.


As plataformas Low Code são sucesso e dominam as estratégias dentro das empresas basicamente
por 3 motivos:
 

unnamed


É importante entender que o Low Code não é a desvalorização dos profissionais de programação, que por
sinal são extremamente importantes, valorizados e escassos no mercado, muito pelo contrário, eles que criam
esses sistemas e a medida que os mesmos vão evoluindo, surgem necessidades de integração com outras
tecnologias mais robustas, como Inteligência Artificial, Machine Learning e Computação Quântica.

A tendência é uma empresa cada vez mais automatizada, inteligente, trabalhando em cima de dados concretos,
com tarefas assertivas, eliminando erros. Isso tudo deixando os colaboradores a frente de desafios estimulantes
e findando em uma entrega final mais satisfatória para os clientes.


Sistemas Low Code que potencializam os resultados  

Existem inúmeras plataformas no mercado com diferentes objetivos. Aqui, listamos dois exemplos de sistemas
com foco em criação de fluxos automatizados que podem ser aplicados em qualquer perfil de empresa.  


Pipefy
É uma plataforma low-code e no-code que permite a qualquer pessoa automatizar workflows e gerenciar
processos de trabalho rotineiros dentro de uma empresa, isso do início ao fim. 

unnamed 1


Com o objetivo de padronizar e manter a qualidade no processo de transformação digital do Sistema FIEC, nós
da Profectum realizamos a implantação do Pipefy na empresa. Resultado? 70 processos internos automatizados
em 3 meses. 

“A implementação de ferramentas para dar agilidade à operação é essencial para isso. Não se pode inovar sem atribuir agilidade, fluidez e desburocratização aos processos existentes na instituição”

–  Débora Costa, Gerente de Planejamento do Sistema FIEC.


Você pode conferir o case completo e como o Sistema Fiec transformou completamente o seu PMO Back Office
com uma ferramenta Low Code como o Pipefy clicando aqui


Monday

A Monday é uma plataforma digital de gestão de tarefas e projetos com mais de 200 templates disponíveis para
que o usuário crie o seu fluxo de trabalho ideal. Ela permite através do clicar e arrastar, que todo o dashboard
seja personalizado de acordo com as preferências do usuário. 

unnamed 2


Agora você já sabe como funcionam os sistemas e plataformas Low Code e o quão importantes elas podem
ser dentro das empresas. Se quer conhecer mais e entender como elas se aplicam diretamente dentro dos
seus processos, clique aqui e fale conosco.

Nos acompanhe no Linkedin e Instagram para mais conteúdos como esse.

Compartilhe esse case

OUTROS POSTS