Entenda os benefícios do uso de RPAs nas corporações

Tecnologia de RPA

Diariamente, a tecnologia de RPA (Robotic Process Automation) vem ganhando forte aderência dentro das corporações devido a sua capacidade de auxiliar em trabalhos operacionais e repetitivos. Ela consiste em uma aplicação tecnológica de automação de processos que utiliza softwares robôs para a realização de tarefas repetitivas por computadores e sistemas, simulando ações humanas ao utilizar outros sistemas e aplicações.

Entre os principais benefícios que a Tecnologia de RPA pode proporcionar são: o ganho de eficiência operacional, a eliminação de erros drásticos e a perda de prazos. Dessa forma, com a sua adesão, as empresas têm oportunidade de reduzir seus custos, em torno de 65%, segundo o relatório do Everest Group,  além de liberar horas de trabalho em atividades que não agregam valor.

A seguir, listamos alguns motivos e exemplos pelos quais a adoção do RPA pode ser extremamente vantajosa para uma organização.

1 – Impacto de custos

Um dos objetivos de projetos que envolvem a adoção da tecnologia de RPA se refere a redução de custos das empresas. As principais métricas estabelecidas estão relacionadas com a análise de ineficiências, desperdícios, multas e encargos devido ao atraso ou não execução de uma atividade dentro do prazo estipulado.

Dentre um dos exemplos podemos citar as seguintes atividades com foco em automação com RPA:

  1. Emitir alertas de vencimentos para pagamento de contas e tributos;
  2. Realizar os acompanhamentos e cobranças de contas a pagar;
  3. Realizar a entrada no estoque de materiais de insumos e matérias-primas.

2 – Impacto Operacional

Com a adoção de tecnologia RPA, é possível ter ganhos dentro da rotina de operação e trazer melhoria em eficiência para a sua empresa. Apesar desta ação não refletir em impacto direto dentro de uma Demonstração do Resultado do Exercício (DRE), o seu ganho é percebido ao longo das rotinas das equipes na empresa. Alguns exemplos de RPA que podem afetar no impacto operacional são: 

  1. Acompanhamento de Onboarding de novos colaboradores 

Com RPA, você pode automatizar tarefas no processo de onboarding que necessita do acionamento de áreas de suporte, como Departamento Pessoal, Administrativo, Infraestrutura e TI;

  1. Realização de Gestão de Pedidos 

Automatizar a validação e verificação do status dos pedidos;

  1. Integração entre sistemas

 Automatizar a transferência de dados via sistema sem a necessidade de acesso direto (API ou Banco de dados) a aplicação de destino;

3 – Impacto no negócio

Os benefícios proporcionados pelo RPA são voltados diretamente para a experiência do cliente e transformação do negócio. Os RPAs evoluíram para soluções mais completas e capazes de solucionar problemas mais complexos, combinando inteligência artificial e outras tecnologias, conforme exemplos abaixo:

São exemplos desses avanços:

  1. Utilização de um sistema de Help Desk: 

Realização de atendimento ao cliente para a triagem e direcionamento da solução;

  1. Process Mining e Task Mining:

Realização de análises dos processos e tarefas dentro da companhia;

  1. Utilizar tecnologias auxiliares com base em IA – IDP:

Processamento inteligente de documentos – Análises de dados não estruturados;

  1. Realizar análises prescritivas e preditivas dos dados .
imagem 2023 09 30 163120530

Como ocorre a implantação da Tecnologia de RPA

A tecnologia de RPA possibilita a automatização de diversos processos dentro da empresa, como: relatórios de operações, processos de cadastro (produto, cliente,  etc) que auxiliam as áreas de vendas, financeiro, departamento pessoal, jurídico e contabilidade, por exemplo. Na Profectum, Identificando o cenário da empresa,e utilizamos um roadmap para  implantação do RPA de modo que seja possível alcançar os melhores resultados:

1 – Execução da Fase de Análise e Redesenho de processos ( com foco em avaliar custo evitado,  perda de prazo, carga de trabalho humano);

2 – Validação da viabilidade financeira e técnica  do projeto;

3 – Levantamento de requisitos do fluxo (quando houver necessidade,  refinar/mudar) etapas e regras para habilitar o uso do robô;

4 – Configuração dos processos dentro da ferramenta  de RPA;

5 – Validação com cliente;

6 – Monitoramento do funcionamento da automação.

7 – Treinamento dos usuários.

Conclusão

RPA é uma tecnologia que pode mudar completamente a forma como as pessoas executam o trabalho dentro de suas rotinas. Mas é extremamente relevante que se tenha uma estratégia para execução e alguns cuidados devem ser tomados ao iniciar essa ação. Por isso, é muito importante contar com uma equipe de especialistas para que a melhor decisão para o modelo de negócio seja tomada. Hoje, os clientes da Profectum contam com essa possibilidade, conseguindo: aumentar fortemente a sua eficiência, ter uma redução drástica de erros com um robô que é programado para sempre executar uma rotina padronizada e evitar custos desnecessários. 

Compartilhe esse case

OUTROS POSTS